Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Geografia

Orografia

Em termos orográficos, o concelho caracteriza-se por desigualdades acentuadas de cota, sendo a diferença absoluta de cota entre o ponto mais baixo e o ponto mais alto de 502 metros. Os valores variam entre os 30 metros junto ao rio Ave, na freguesia de Santo Tirso, e os 532 metros no lugar do Pilar, em Monte Córdova.
 
Assim, o limite sudeste do concelho apresenta as altitudes mais elevadas do concelho, salientando-se o planalto de Monte Córdova e a Serra da Agrela. A serra da Agrela é delimitada a Oeste pela planície da Reguenga, que se prolonga para jusante do rio Leça, para as freguesias de Agrela e Água Longa. A Oeste das referidas planícies individualiza-se o Monte Pisão. No sector Norte do concelho é perfeitamente perceptível o vale do rio Ave, onde ocorre a cota mais baixa do concelho, sendo ainda possível individualizar os vales de alguns dos seus afluentes. O relevo das freguesias da zona nascente do concelho é ondulado, sendo perceptíveis os entalhes da rede hidrográfica, com frequentes oscilações de altitudes.
 
 
 
orografia.jpg
 
 

Hidrografia

 
O concelho de Santo Tirso é dividido por duas bacias hidrográficas (BH) principais, a BH do Ave e a BH do Leça.

O rio Ave, com uma direcção predominante Este-Oeste, tem como principal afluente, no concelho de Santo Tirso, o rio Vizela. O seu declive médio é de 10%, sendo o seu substrato litológico constituído por rochas granitóides na sua totalidade, com depósitos mais recentes derivados da dinâmica fluvial; muitos destes depósitos foram sendo utilizados para actividades agrícolas ao longo dos tempos.

O rio Leça, com uma direcção predominante Nordeste-Sudoeste, nasce em Monte Córdova, a cerca de 420 m de altitude. No território concelhio o seu principal tributário é a Ribeira do Pisão. O rio Leça apresenta em toda a sua extensão um declive médio de 0,9%, com predomínio em parte significativa da sua extensão de afloramentos graníticos a que perifericamente se formam depósitos mais recentes, dispostos ao longo do rio, constituindo terraços fluviais.

 

Declives

O declive representa a inclinação da superfície topográfica relativamente a um plano horizontal. O concelho de Santo Tirso apresenta situações muito diferenciadas em termos de declives, que variam entre zonas planas até zonas de declives muito acentuados.

As freguesias onde se encontram, simultaneamente, os maiores e os menores declives são as que limitam o concelho a Sudeste, ou seja, Água Longa, Agrela, Reguenga, Refojos e Monte Córdova. As freguesias da zona nascente do concelho – Vilarinho, S. Mamede de Negrelos, Roriz, São Tomé de Negrelos, São Salvador do Campo e São Martinho do Campo – são as que apresentam situações mais diferenciadas, zonas planas são recortadas por zonas de declive moderado, sendo que as zonas mais declivosas se encontram no limite sul da freguesias mencionadas.

As zonas com declives suaves correspondem ao Vale do Leça, freguesias além-rio (Lama, Sequeirô, Areias e Palmeira) e, a cotas mais elevadas, ao planalto de Monte Córdova. Como área de declives acentuados temos toda a vertente do planalto de Monte Córdova e as vertentes da Serra da Agrela e a Serra de Covelas. Ao longo de toda a fronteira do concelho de Santo Tirso com o de Paços de Ferreira, encontra-se também declives acentuados. As zonas mais declivosas coincidem, grosso modo, com espaços florestais e as áreas planas com espaços agrícolas.

 

imagem
 
 
 

Exposição das vertentes

 
A carta de exposição de vertentes apresenta o maior ou menor grau de insolação face à orientação das vertentes.

A zona nascente do concelho apresenta uma grande percentagem de vertentes voltadas para Norte, que só recebem radiação directa quando a altura do sol é superior ao declive da vertente, sendo, por isso, vertentes com pouca insolação e, consequentemente, húmidas.

A zona Oeste do concelho, o planalto de Monte Córdova, as freguesias além-rio e Vila das Aves apresentam uma grande percentagem de vertentes expostas a Sul, continuadamente ensoalhadas.

Na Serra da Agrela, situada no limite Sudeste do concelho, e no Monte de Nossa Senhora da Assunção e seu prolongamento para Norte predominam as encostas expostas a Oeste.

 

imagem

Partilhar
ColorAdd Icone