Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Qualidade de Vida e Ambiente Criativo

Santo Tirso, o concelho e a cidade, sempre combinou, ao longo dos vários ciclos da sua história, a espiritualidade e a cultura com o dinamismo económico.

No passado:

  • Presença milenar dos Beneditinos, datando de 978 a constituição de um couto cuja sede era o Mosteiro de Santo Tirso;
  • Santo Tirso foi o berço da industrialização do têxtil em Portugal, com a implantação no concelho, ainda no sec. XIX, das primeiras grandes unidades têxteis industriais.

Hoje:

  • Urbanismo qualificado e sustentável, com a despoluição do Ave, o Plano de Urbanização das Margens do Ave (PUMA), a rede municipal de efluentes industriais, etc.;
  • Património histórico e cultural relevante, com inúmeros equipamentos culturais (Biblioteca Municipal de Santo Tirso, Arquivo Histórico Municipal, o Museu Municipal Abade Pedrosa, Museu Internacional de Escultura Contemporânea, Centro Cultural de Vila das Aves, Centro Interpretativo do Monte Padrão ou Centro Interpretativo Têxtil da Fábrica de Fiação e Tecidos de Santo Thyrso) e vários imóveis classificados como monumentos nacionais (Castro Monte Padrão, Citânia de Roriz, Mosteiro de Santo Tirso/Mosteiro de São Bento e Mosteiro de São Pedro de Roriz);
  • Património industrial, com três imóveis inseridos na Rota do Património Industrial do Vale do Ave: a antiga Fábrica de Fiação e Tecidos de Santo Tirso, a antiga Fábrica de Fiação e Tecidos Rio Vizela e a Fábrica ArcoTêxteis;
  • Forte aposta nas atividades culturais e criativas, com destaque para a projeção internacional da escultura ao ar livre e com a criação do quarteirão cultural e criativa na Fábrica Santo Thyrso.

Segundo o estudo “Portugal City Brand Ranking 2014”, levado a cabo pela empresa “Bloom Consulting”, Santo Tirso subiu duas posições no ranking da região Norte e passou a ocupar o 16º lugar do ranking “melhor Município para viver”, num total de 86 concelhos.

Partilhar
ColorAdd Icone