Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Refeições Escolares (almoços e lanches)

 

A alimentação saudável é um fator essencial para a saúde, para o crescimento e desenvolvimento físico, intelectual e social das nossas crianças.

É preocupação da Câmara Municipal de Santo Tirso que o almoço servido nos nossos Jardins de Infância e Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico constitua uma refeição equilibrada, completa e variada. 

A conjuntura económica veio reforçar a importância de se assegurar o fornecimento de refeições escolares à generalidade dos alunos. Assim, a Câmara Municipal não podia deixar de continuar a garantir, a este nível, uma cobertura de 100%, equivalendo a dizer que todos os alunos podem usufruir na respetiva escola de uma refeição completa e equilibrada.

 

 Modelo de gestão e seu funcionamento

 

A gestão dos refeitórios dos Jardins de Infância e 1.º Ciclo públicos é assumida pela Câmara Municipal de Santo de Tirso, com exceção da Escola Básica de S. Tomé de Negrelos, Escola da Ponte e Escola Básica de S. Martinho, cuja gestão está sob a responsabilidade de DGEstE, por envolverem alunos do 2.º e 3.º ciclos de ensino.

O serviço de refeições escolares foi adjudicado pelo Município à Uniself – Sociedade de Restaurantes Públicos e Privados, S.A., no que concerne à conceção, fornecimento da refeição e ao apoio aos alunos no espaço do refeitório escolar. Esta empresa é titular de Certificados de Conformidade relativos aos Sistemas de Gestão da Qualidade (NPEN ISSO 9001:2008), Segurança Alimentar (NPEN ISSO 22000:2005), Segurança e Saúde no trabalho (NP 4397:2008) e Gestão Ambiental (NPEN ISSO 14001:2004), emitidos pela APCER – Associação Portuguesa de Certificação.

O preço do almoço, a pagar pelos alunos, é estipulado anualmente por despacho ministerial.

O preço dos lanches é estipulado pelo contrato de prestação de serviço celebrado com a empresa adjudicatária para fornecimento de refeições escolares e decorrente do concurso público internacional.

As refeições escolares (almoços e lanches) servidas nos refeitórios escolares são gratuitas para os  alunos provenientes de agregados familiares economicamente mais desfavorecidos, nomeadamente os alunos com escalão A), sendo que os alunos com escalão B pagam 50% do preço do almoço e do(s) lanche(s).

 

Principais objetivos do município relativamente às refeições escolares:

 

  • Assegurar refeições saudáveis, equilibradas e seguras, nos nossos Jardins de infância e Escolas do 1º Ciclo;

  • Promover o desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis, junto dos nossos alunos;

  • Melhorar as condições físicas e sociais do serviço de fornecimento das refeições.

  • Uniformizar e otimizar práticas que visam a qualidade, o bem-estar e a saúde.

 

Para se alcançar estes objetivos, a metodologia utilizada consiste em:

 

1. Realizar vistorias ao serviço de fornecimento de refeições, avaliando, no terreno, a refeição servida em termos qualitativos e quantitativos, os procedimentos de higiene pessoal e alimentar dos manipuladores de alimentos, as condições físicas e equipamentos;

2. Manter contactos regulares com os “Elos de Ligação” dos estabelecimentos de Ensino (Coordenador(a) ou outro elemento em quem delega essa função). Compete ao elo de ligação efetuar o controlo do funcionamento do refeitório, nomeadamente a apreciação qualitativa e quantitativa da ementa do dia, reportando qualquer inconformidade à Câmara Municipal;

3. Analisar os registos mensais preenchidos pelos “Elos de Comunicação”, referentes à avaliação do serviço de refeições;


4. Analisar as ementas mensais propostas pela empresa adjudicada para fornecer as refeições, apresentando sugestões de melhoria.


5. Dialogar permanentemente com representantes da empresa adjudicada para correção e melhoramento de aspetos detetados no terreno ou nos registos e contactos estabelecidos com os “Elos de Ligação”.

6. Realização de reuniões periódicas para coordenação e avaliação do serviço de fornecimento de refeições com representantes da empresa adjudicada.


7. Realizar uma reunião no início de cada ano letivo com os Diretores dos Agrupamentos, no sentido de se definirem estratégias e metodologias de trabalho no âmbito educacional, entre elas, o serviço de fornecimento de refeições escolares.

 

Informações Úteis:

http://www.dge.mec.pt/educacaosaude/

http://www.plataformacontraaobesidade.dgs.pt/

http://www.food-programme.eu/

https://siga1.edubox.pt//SIGA/

Partilhar
ColorAdd Icone