Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Mosteiro de São Bento – Santo Tirso

mosteiro2.jpgO mosteiro está implantado na margem esquerda do rio Ave, na zona baixa da cidade de Santo Tirso. Foi fundado por D. Unisco Godiniz e seu marido Abunazar Lovesendes, primeiro senhor da Maia e ancestral desta família, em 978, conforme documento publicado por D. António Caetano de Sousa.
No século XV foi edificada a igreja monástica por benemerência de Martim Gil, conde de Barcelos. Desta igreja restam alguns vestígios arqueológicos.

A atual igreja matriz foi construida em 1659 - 79, com projeto de Frei João Turriano, filho de um arquiteto milanês, Leonardo Turriano. Possuí planta de cruz latina e é de uma só nave. A fachada possuiu três nichos em que estão alojadas as esculturas de Santo Tirso ao centro, ladeado por S. Bento e Santa Escolástica. No tímpano encontra-se inscrita a data de 1679 que, hipoteticamente, representa o termo da construção da igreja.
 
Ao mosteiro pertenceram as terras do couto até ao século XIX, quando se deu a expropriação dos bens das ordens religiosas em 1834. Em 11 de maio desse ano, 46 dias após a retirada dos monges de S. Bento, toma posse a Comissão Municipal interina do futuro.
Após a secularização o mosteiro é dividido; uma parte fica para um particular, outra para repartições públicas (Câmara Municipal - nas antigas hospedarias conventuais, Tribunal e Administração do concelho) e o Asilo Agrícola Conde S. Bento, e uma última parte para residência paroquial.
O mosteiro está classificado como Monumento Nacional desde 1910.
 
Partilhar
ColorAdd Icone