Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos
FacebookRSSadicionar aos favoritos

Ementas

  • Almoços

Para assegurar o fornecimento de refeições saudáveis (do ponto de vista nutricional) e seguras, o Ministério da Educação e Ciência produziu orientações sobre normas de alimentação que contemplam uma lista de alimentos autorizados na confeção de refeições escolares, regras para a elaboração das ementas, indicações relativas à higiene e à segurança alimentar.

A composição da ementa diária deve incluir:

• Uma sopa de vegetais frescos
• Um prato de carne ou de peixe, em dias alternados, com os acompanhamentos básicos da alimentação, devendo incluir obrigatoriamente legumes cozidos ou crus;
• Sobremesa, constituída diariamente por fruta variada da época, podendo também ser distribuído doce, gelatina, gelado de leite, iogurte ou fruta cozida ou assada, duas vezes por semana, preferencialmente nos dias em que o prato principal é peixe;
• Água (única bebida permitida).
• Um pão de mistura embalado;

Estão ainda contemplados requisitos quanto à forma culinária, designadamente as questões do recurso à fritura. Assim, as ementas escolares podem conter fritos apenas uma vez em cada duas semanas, devendo o óleo de fritura, ser testado após cada utilização.

Para que os hábitos alimentares saudáveis sejam adquiridos e praticados pelas nossas crianças é indispensável a cooperação entre a Escola e a Família.

   
Foi nesta perspetiva, que a Câmara Municipal de Santo Tirso decidiu disponibilizar online as ementas escolares, facilitando o acesso à informação relativa à composição da refeição servida na escola e permitindo que os pais em casa possam complementar corretamente a alimentação das crianças.

Ementa Semanas 5_30 junho

 

 

 

  • Lanches

A Câmara Municipal de Santo Tirso avançou em setembro de 2015 com o fornecimento de lanches Escolares aos alunos que frequentam o pré-escolar e 1º ciclo do Ensino Básico.

Esta medida envolve um investimento de 230 mil euros por ano letivo e cujos principais objetivos são:

. Auxiliar as famílias com carência socioeconómica;

. Uniformizar os lanches escolares de forma a promover hábitos alimentares saudáveis numa sociedade que cada vez mais se vê confrontada com o aumento da taxa de obesidade infantil.

Da parte da manhã, o lanche é composto por um pão de mistura com queijo/fiambre/manteiga/compota de frutas/marmelada (alternadamente) e leite escolar (fornecido pelo agrupamento).

O lanche da tarde, às segundas, quartas e sextas, é composto por um pão de mistura com queijo/fiambre/manteiga/compota de frutas/marmelada (alternadamente) e um iogurte líquido ou sólido.

O lanche da tarde, às terças e quintas, é composto por um pão de mistura com queijo/fiambre/manteiga/compota de frutas/marmelada (alternadamente) e fruta escolar (fornecida pela autarquia).

Esta é mais uma medida de grande alcance social, dado que a autarquia comparticipa em 100% os lanches escolares aos alunos abrangidos pelo escalão A e em 50% aos do escalão B. Os alunos que não são abrangidos por estes escalões pagam a totalidade do valor do lanche, que ronda os 23 cêntimos da parte da manhã e varia entre os 23 e os 50 cêntimos, para os lanches da tarde.

Esta iniciativa abrange os alunos de 37 de estabelecimentos de ensino (pré escolar e 1º ciclo), em suma, cerca de 3 mil alunos, incluindo os estabelecimentos de ensino cujas refeições se realizam em refeitórios geridos pela DGEstE, nomeadamente, S. Martinho, S.Tomé de Negrelos e Escola da Ponte, cuja extensão desta medida se processou através da celebração de um protocolo de colaboração para atribuição dos lanches escolares.

Ementa_Lanches

teste
Partilhar
ColorAdd Icone